02 julho 2015

Impacto Econômico da Violência contra as Crianças

O Seminário "Livre de Violência” trouxe estudos que dimensionam o desafio do combate à violência infantil. Um deles, apresentado pelo ChildFund Brasil, revela que o impacto econômico da violência contra crianças pode chegar a US$ 7 trilhões por ano no mundo. O estudo foi feito pelo ChildFund Alliance em parceria com o Overseas Development Institute (ODI) e será apresentado por Felipe Calas.


Veja os principais dados que a pesquisa traz:
Impacto Econômico da Violência contra as Crianças
• Os custos globais anuais da violência física, psicológica e sexual contra as crianças pode atingir $ 7 trilhões;
• Esse valor é maior do que o investimento necessário para prevenir a maior parte dessa violência;
• Só com as piores formas de trabalho infantil, o planeta perde hoje US$97 bilhões, e a perda resultante da associação das crianças com as forças ou grupos armados podem ser de até US$144 milhões anualmente

Confira a pesquisa na íntegra: https://goo.gl/DSAQk3


29 junho 2015

Padrinho americano vem ao Brasil para conhecer seu afilhado

No último dia 24 recebemos na sede do ChildFund Brasil a visita de Matthew P. Brown, um padrinho dos Estados Unidos que veio ao Brasil visitar seu afilhado Lucas Ferreira que mora em Francisco Badaró (Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais). Desde seus 3 anos de idade Lucas, agora com 13, é apadrinhado por Matthew e parcicipa da AMAI (organização social parceira do ChildFund Brasil em MG), mas os dois nunca haviam sido apresentados pessoalmente.

Matthew foi recebido com muita festa tanto pelos parentes de seu afilhado quanto pela escola do menino. Lá foi preparada uma comemoração com dança, música e ele ainda foi presenteado com várias cartinhas das crianças.

“Cada minuto de viagem valeu a pena”, essa foi a expressão usada pelo padrinho quando questionado sobre o que achou da sua visita que chamou de “uma experiência fantástica”. Segundo ele também, essa foi uma das coisas mais importantes que fez na vida e que estava triste por ir embora. 










26 junho 2015

Jovens revelam as belezas das comunidades em que vivem com exposição fotográfica

Nos dias 1, 2 e 3 de julho, a Una Campus Barreiro (Av. Afonso Vaz de Melo, 640 - Bairro Barreiro) receberá a exposição fotográfica “Diversidade e Identidade” no evento anual ExpoUna, que é realizado em todos os campis do Centro Universitário. As fotos que compõem a coleção são resultado do projeto Olhares em Foco, uma iniciativa do ChildFund Brasil – Fundo para Crianças junto à seis organizações sociais parceiras localizadas nas comunidades da Ventosa, Aglomerado da Serra, Goiânia e Conjunto Paulo VI em Belo Horizonte, São Caetano em Betim e Nova Pampulha em Vespasiano.

A exposição “Diversidade e Identidade” apresenta uma coletânea com cerca de 16 fotografias clicadas com o olhar de adolescentes com idade entre 12 e 18 anos, de sete áreas da região metropolitana de Belo Horizonte. São imagens com iluminação e cores naturais, algumas com pequenas edições que atraem o olhar. E mais que isso, retratam o que é simples e extremamente valioso nas comunidades e no âmbito familiar dos jovens.

A mostra é gratuita. Visitantes podem conferir as imagens durante todos os dias do ExpoUna nos seguintes horários:
01/07 – 18h às 22h30
02/07 – 7h às 13h e 18h às 22h30
03/07- 7h às 13h e 18h às 22h30

A proposta do projeto Olhares em Foco é promover uma reflexão referente aos espaços de convivência e relações sociais destes jovens sob três aspectos: autobiografia, família e comunidade. Além de adquirirem conhecimentos sobre técnicas e recursos fotográficos, os jovens têm a oportunidade de mostrar, por meio da exposição, a expressão das experiências individuais e coletivas, ou seja, a fotografia se torna um instrumento que possibilita que os participantes se autorrepresentem, documentando suas opiniões e as ideias aos outros.

Para a Assessora de Programas Sociais do ChildFund Brasil, Karla Corrêa,  poder expor o trabalho de adolescentes e jovens participantes de nossos projetos em um espaço cedido pela Una é um privilégio. “O Centro Universitário tem a localização ideal para o alcance de um público diversificado para conhecimento e visitação da exposição. Com isso, os participantes do projeto ocupam novos espaços e ampliam sua comunicação por meio da fotografia. O ChildFund Brasil reconhece adolescentes e jovens como sujeitos de direitos que têm seu potencial e podem atuar como atores principais em ações relativas ao bem comum em vários contextos. Assim, o “Olhares em Foco”, torna-se um forte aliado rumo ao protagonismo juvenil, à medida que dota os participantes de ferramentas visuais, competências sociais e  voz fotográfica. Tais ferramentas oportunizam o desenvolvimento pessoal e a projeção de suas vozes a fim de serem ouvidas. É esse o objetivo do projeto”, finaliza.


Jovens do projeto "Olhares em Foco" no Encontro Nacional do Terceiro Setor

Compartilhando histórias, transformando experiências em exemplos.

Ontem, 24/06, três jovens beneficiados pelo ChildFund Brasil, participantes do projeto "Olhares em Foco", participaram do "11º Encontro Nacional do Terceiro Setor".
Maria Eduarda Dias,  Weslley Fidelis e Caio Gabriel, das organizações sociais parceiras Griasc e Centro Social Paulo VI, participaram da mesa "Comunicação: Um novo olhar sobre o universo do “fazer social”, contando suas experiências como participantes do projeto social "Olhares em Foco".


O depoimento de Weslley emocionou os participantes: "Muitos tentaram me fazer desistir, me fazer desanimar, mas um dia eu vou conseguir (chegar onde quero). Todos os dias eu choro na hora de dormir, porque muitos dos meus amigos morreram ou morrem diariamente, mas eu agradeço a oportunidade de participar desse projeto (...)", disse o jovem.

Na semana antes do evento, os jovens participaram do treinamento "Jovem: como falar em público", facilitado por Patrícia Bragança e Karla Corrêa, da Unidade de Campo-BH.

Sobre o ENATS: 

O Encontro Nacional do Terceiro Setor está em sua 11ª edição, mas já carrega mais de 20 anos de tradição reunindo inicialmente apenas o terceiro setor, e nos anos seguintes os três setores, instituições sociais, governo e empresas, recebendo a nomenclatura atual em 2005.


Durante toda sua história, o Encontro Nacional levou para governos e empresas, propostas do terceiro setor para o desenvolvimento de politicas públicas, posicionamentos em relação à legislação e contribuições ao fomento das inciativas sociais.
Em 2015, com o tema “Sociedade Civil, Empresas e Governo Compartilhando Valores” o Encontro Nacional criou oportunidades de relacionamento com os diversos atores e organizações comprometidas com a ética e com o futuro sustentável.

24 junho 2015

Gestantes de Itapiúna (CE) recebem todo o apoio de organização social parceira do ChildFund Brasil

Durante 5 meses um grupo de gestantes de Itapiúna (CE) participaram de encontros para a confecção de enxoval, além de participarem também de palestras, acompanhamento de pré-natal e muitas ações de fortalecimento e amor à vida. Essa foi uma realização do Centro de Apoio à Criança que faz parte do Projeto Cuidando e Amando do Programa Bebês Seguros e Saudáveis apoiados pelo ChildFund Brasil.

No dia 11 de junho ocorreu a solenidade de encerramento do grupo do 1º semestre e as mamães ganharam kits para seus bebês que estão a caminho. O evento ainda contou com uma apresentação do grupo de ballet do CEACRI. Confira um pouco dessa linda apresentação:

video

19 junho 2015

Seminário Internacional “Violência contra Crianças e Adolescentes na Agenda de Desenvolvimento Pós-2015”

O ChildFund Brasil está organizando, em parceria com a Fundação Abrinq - Save the Children, Visão Mundial, Plan International e  Aldeias Infantis SOS, o Seminário Internacional “Violência contra Crianças e Adolescentes na Agenda de Desenvolvimento Pós-2015” que ocorrerá nos dias 1 e 2 de julho em Brasília.

O evento tem como intuito iniciar o diálogo entre a sociedade civil e o governo sobre os desafios internos a serem enfrentados para combater a violência contra crianças e adolescentes. O Brasil tem como meta a erradicação de qualquer forma de violência infantil até 2030 e, para que o país continue sendo exemplo no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável por meio da priorização dos grupos mais vulneráveis, precisa partir do diagnóstico inicial de diferentes violações e políticas públicas necessárias.

Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) são uma continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), que chamou a atenção do mundo para suas oito metas. Entretanto, o caso de violência contra crianças e adolescentes não era uma delas especificamente (o assunto ficava à sombra das discussões sobre desenvolvimento). Porém, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável passaram a incluir essa temática em diferentes diretrizes, abrindo espaço para discutir e enfrentar essa forma de violência, como será feito nesse Seminário Internacional.

Essa é uma excelente oportunidade para que o ChildFund Brasil e todas as outras organizações participantes possam defender os direitos das crianças e adolescentes no combate a todos os tipos de violência infantil.

Inscreva-se:  www.livredeviolencia.com.br



18 junho 2015

Organização Social Parceira do ChildFund Brasil oferece oficinas de dança em Fortaleza CE

Aproximadamente 90 crianças com idade entre 3 e 16 anos participam de oficinas de dança pela organização Sorriso da Criança (organização social parceira do ChildFund Brasil em Fortaleza - CE). O projeto surgiu em 2008 e nele são trabalhados diversos estilos de dança como ballet, contemporâneo, jazz e popular.
Desde o início do projeto já foram realizadas 5 Mostras de Arte e Cultura, além de dois espetáculos. Para este ano a previsão é de que a mostra aconteça em dezembro. Atualmente as crianças estão ensaiando para o evento Quero + Leitura, Arte e Cultura que ocorrerá no dia 10 de julho na praça do Urubu – Floresta (Fortaleza). Confira um pouco dos ensaios!