11 abril 2014

Parceiro Nota Dez!

A revista Veja BH publicou recentemente uma matéria sobre o Grupo de Educação, Desenvolvimento e Apoio ao Menor (GEDAM), uma das Organizações Sociais Parceiras do ChildFund Brasil em Belo Horizonte. A matéria fala sobre o surgimento da organização e sobre o desenvolvimento da parceria com o ChildFund Brasil. Confira abaixo a entrevista com o Dr. Lippi, psiquiatra e fundador do GEDAM e se inspire neste Belo-Horizontino nota Dez!





10 abril 2014

Cris Guerra fala sobre o Apadrinhamento de Crianças para o Jornal Estado de Minas



Cris Guerra, blogueira e madrinha embaixadora do ChildFund Brasil, fala sobre o Apadrinhamento de Crianças para o Jornal Estado de Minas

O Jornal Estado de Minas publicou na coluna “Opinião” uma matéria em que a blogueira Cris Guerra fala sobre o Exercício da Solidariedade e o Apadrinhamento de Crianças do ChildFund Brasil. Confira abaixo o conteúdo completo e apadrinhe uma criança, e você que  já é padrinho, compartilhe com amor nas redes sociais!

Exercício da solidariedade
CRIS GUERRA - Escritora, blogueira, comunicadora e madrinha embaixadora da ONG ChildFund Brasil

Se existe uma seara em que minha esperança se renova é a da solidariedade. O impulso de ajudar o outro em momentos difíceis não é novo, mas continua sendo o princípio mais desafiador para cada pequeno ser em sua passagem pela Terra. Não se deve esquecer, contudo, o potencial transformador que essas atitudes representam para o crescimento interior do próprio indivíduo. Podemos chamar de empatia, caridade, amor ao próximo. O nome importa pouco - o significado é que surpreende. Quem experimenta ser solidário conhece a imensa sensação de prazer e bem estar que é abandonar seu universo particular e caminhar na direção do outro. Mesmo que pareça um ato pouco significativo em termos de ajuda, é um movimento que provoca mudanças profundas no estado de espírito. Quem recebe um ato solidário conquista benefícios, é claro. Mas quem oferta momentos de afago e carinho ao outro ganha ainda mais. Pesquisas indicam que trabalhos voluntários altruístas estimulam a alegria, aliviam tristezas e aumentam a imunidade, evitando doenças.
Pessoas que se sentem solidárias expressam mais satisfação pela vida e desenvolvem maior capacidade de lidar com as dificuldades. Em geral se tornam mais felizes e encontram sentido às ações e atitudes. A ajuda desinteressada também reflete na identidade pessoal social. Aumenta a autoestima e introduz sentido às nossas competências. Recompensa-nos com a alegria de contribuir para a felicidade de nossos semelhantes e nos dá a sensação de participar da melhoria da sociedade. Percebemos que somos um conjunto de seres pequeninos unidos em prol de algo maior. Atraída pela vontade de fazer alguma coisa, mínima que fosse, em 2003, segui o conselho de um amigo e apadrinhei uma criança do ChildFund Brasil – Fundo para Crianças. Uma organização cuja atuação é reconhecida internacionalmente na erradicação da pobreza infantil no país. A experiência de 11 anos de apadrinhamento me ensinou que é preciso muito pouco para fazer a diferença na vida de uma criança em situação de risco ou vulnerabilidade social. Entendi isso definitivamente quando, depois de alguns anos como madrinha, pude conhecer melhor o trabalho do ChildFund Brasil e passei a apoiá-lo também como embaixadora. Realizamos uma visita a Medina, cidade no Vale do Jequitinhonha onde mora meu afilhado Fernando. Conhecê-lo pessoalmente me permitiu compreendera dimensão que minha pequena ajuda tinha em sua vida.
Cerca de 16 milhões de brasileiros vivem abaixo da linha da pobreza, sobrevivendo com até R$ 70 por mês. Mesmo não sendo diretamente responsáveis pelo que acontece na vida desses brasileiros, podemos, sim, ser causadores de uma grande mudança na vida delas. Praticar o bem eleva o espírito e salva o corpo também. Um exercício que todos nós deveríamos priorizar. Como a endorfina da atividade física, o hormônio que se espalha pelo nosso corpo ao dar um pequeno passo na direção de um universo diferente do nosso é transformador porque bombeia o afeto. E, como bem cantaram os Beatles, afeto sempre foi e continua sendo, definitivamente, o que o mundo mais precisa.

O emocionante depoimento de uma Ex-Apadrinhada


O ChildFund Brasil recebeu recentemente, através da página do Facebook,  o depoimendo da ex-apadrinhada Liduina Sousa. Liduina nos mostrou o quanto o apoio dos padrinhos e o trabalho do ChildFund Brasil e das Organizações Sociais Parceiras são importantes. Confira abaixo o conteúdo completo e compartilhe essa bela história!

“Olá meu nome é Liduina Luzia do Nascimento Sousa, tenho 32 anos e venho aqui deixar meu agradecimento ao ChildFund Brasil e em especial à Frente de Assistência à Criança Carente (FACC) diante de toda construção à minha personalidade, caratér e aprendizado de cultura de paz e lutas pelos direitos de nossas crianças e adolescentes.
Fui uma criança inscrita e apadrinhada, minha mãe é analfabeta, trabalhava de lavadeira e meu pai era pintor e só havia cursado até a 4º série do ensino fundamental.
Pessoas simples, mas dignas e que encontraram no FACC através da parceria do ChildFund Brasil um aliado para auxiliar e colaborar para a formação pessoal minha e de meu irmão Antônio Neto Nascimento. Nós não adquirimos riquezas financeiras, porém muito mais importante, adquirimos riquezas racionais e espirituais e ensinamentos valiosos que vão muito além do que o dinheiro poderia nos proporcionar.
E passado tantos anos o elo em nenhum momento foi cortado, pois meus filhos José Mário de 10 anos, José Marcos de 9 anos e Maria Lívia e Maria Lígia de 6 anos são hoje crianças inscritas e frequentadoras das atividades realizadas na Frente de Assistência à Criança Carente e que a cada dia eles aprendem mais e mais e praticam com exatidão todos os assuntos abordados na instituição.
Eu tive o prazer de fazer parte da diretoria da instituição durante os anos de 2010 a 2012 e fiquei bastante feliz e satisfeita em ver pessoalmente a transparência, dedicação e amor ao trabalho de Mônica Sillan, Ana Lídia Honorato, Mauricélia Lemos, Maria Oliveira Pereira Oliveira Pereira, Fernando Prado, Sara Leite, Edgle Chagas, Evellyn Ramos, Biro Araujo, Carlos Zanata, Ada Melo, Rose Barbosa Barbosa, Claúdia e Fernanda. Colabores ímpares que sempre buscaram fazer a diferença nas atividades e enriquecer culturalmente e eticamente nossas crianças e jovens, além de abordar temas e questionamentos levando todos ao exercício da cidadania e entendimento da cultura de paz e sempre na luta pela garantia dos direitos humanos e a extinção da violação dos mesmos. Deixo aqui minha gratidão a esses colaboradores, e que vossas missões na instituição e em nossas vidas sigam por muitos anos, em especial ao ChildFund Brasil - Fundo para Crianças que investem e acreditam neste trabalho. Obrigada Frente de Assistência à Criança Carente por transformar vidas e sonhos em realidade. Eu fui uma criança apadrinhada e hoje eu sou uma cidadã.”


21 março 2014

Padrinhos vêm da Dinamarca para visitar afilhada e trazem na bagagem muito amor e 8 quilos de Lego


Confira a linda história narrada por Lúcia, educadora social do GCRIVA, organização social parceira do ChildFund Brasil em Belo Horizonte, falando sobre o resultado da visita internacional que um casal de padrinhos fez à sua afilhada brasileira.

"Malene e seu esposo, dois seres humanos no melhor sentido da palavra, espetaculares!
Muito simpáticos, risonhos, carinhosos não só com a Maria Eduarda, afilhada deles, quanto com toda a família que esteve presente no aniversário surpresa que ambos prepararam para a afilhada.  Já haviam estado aqui em 2010 e desde a primeira visita já se mostraram muito amorosos.
Este ano, a Malene entrou em contato com a LEGO, fábrica de brinquedos de montar na Dinamarca, contou a história da organização e pediu doação dos brinquedos. Segundo ela e seu esposo, assim que souberam que receberiam a doação, trataram de esvaziar as malas, trazendo o mínimo possível de roupas para que fosse possível trazer os pacotes de LEGO para as crianças. O encontro da Madrinha e seu esposo com a afilhada Maria Eduarda aconteceu na organização. Foram acompanhados por Silas, funcionário do ChildFund Brasil, que veio como interprete, e educadoras sociais do GCRIVA. Fomos passear na comunidade, onde Malene e seu esposo puderam conhecer um pouco mais da realidade da sua afilhada e conversaram com a animadora comunitária Ana, que falou do seu trabalho na organização e a importância da organização na vida dela e da sua família. Visitamos a escola onde a Maria Eduarda estuda e embora a visita tenha ocorrido em período de férias escolares, a madrinha e seu esposo puderam encontrar a diretora da escola que os recebeu com muita atenção. Ela falou do desempenho escolar da afilhada e mostrou toda a estrutura da escola.
Almoçamos todos juntos, Maria Eduarda, a avó, educadoras, Silas, Malene e esposo. Em seguida voltamos para a organização, onde acontecia um curso de inglês e como sempre encantadores madrinha e esposo entraram na sala e conversaram com os alunos que ficaram extasiados com a oportunidade de interagir em inglês com estrangeiros. Foi o comentário da semana entre os alunos!
Começamos a distrair a Maria Eduarda para que fosse providenciado o momento mais esperado do dia; os parabéns da afilhada. A madrinha fez questão que fossem convidados, parentes da Maria Eduarda.
O momento de cantar os parabéns foi maravilhoso! Parecíamos todos uma só família estourando balão, presentes que madrinha trouxe, bolo, salgados, refrigerante, o brilho no olhar tímido da Maria Eduarda, gestos carinhosos da Malene e seu esposo e a gratidão dos familiares. Momento sem preço que tenho certeza ficará guardado para sempre na memória da pequena Maria. Ah, com direito até a dança de capoeira entre o esposo da Malene e os primos da Maria Eduarda...
Todos os momentos foram únicos, mas o momento que causou maior comoção entre madrinha e afilhada, foi a despedida. Malene e esposo encheram os olhos de lágrimas na despedida deixando transparecer o amor que eles alimentam por aquela menina que apesar de longe, está com certeza no coração deles. Quanto desprendimento, quanto amor, quanta dedicação! Isso só nos faz crer ainda mais que sim, os bons ainda são maioria...
Quanto aos brinquedos de montar que eles trouxeram, fizemos uma oficina posteriormente e a alegria das crianças e dos pais ficou nítida nos sorrisos e na vontade de não irem para casa naquele dia.
Bem, eu poderia escrever um livro sobre esta visita, mas preciso ser sucinta."

Clique aqui e confira as fotos!

18 fevereiro 2014

Ciclo de Formaçao com Enfoque em Direitos



ChildFund Brasil em conjunto com a Convenção Batista Mineira propõem o Ciclo de Formação com Enfoque em Direitos, com vistas a fomentar e apoiar projetos de inclusão cidadã, com base nas vulnerabilidades e riscos identificados no diagnóstico das áreas visando o enfrentamento da pobreza e o desenvolvimento social.  Isto, por acreditar que por meio do treinamento as equipes e principalmente, os lideres comunitários locais estarão melhor preparados para o desenvolvimento de ações para a promoção do acesso ao conhecimento, meios, recursos e metodologias direcionadas ao aumento da participação social e ao fortalecimento do protagonismo dos usuários na reivindicação dos direitos de cidadania.


OBJETIVO:
Capacitação de lideranças comunitárias e profissionais sociais para a promoção da cidadania e atuação na defesa e garantia de direitos.

PÚBLICO:
Coordenadores, Educadores e lideranças comunitárias da região metropolitana de Belo Horizonte onde o ChildFund Brasil atua em conjunto com a rede de organizações sociais parceiras.

O curso terá caráter de atualização profissional, tendo momento de aprofundamento conceitual a partir de aulas expositivas e dialogadas e oficinas práticas para construção de novos saberes e práticas sociais.

CRONOGRAMA/PROGRAMAÇÃO:
O Ciclo de Formação com Enfoque em Direitos acontecerá ao longo de 2014 através da realização de seis encontros toda 2ª quarta-feira de cada mês, onde temáticas focadas no direito da criança e adolescente, convivência familiar e comunitária, mulher, idoso serão tratadas.  


  • 2ª quarta-feira de Fevereiro 2014 – Estatuto da Criança e Adolescente
  • 2ª quarta-feira de Março 2014 – Sistema de Garantia de Direitos e Convivência Familiar
  • 2ª quarta-feira de Abril 2014 – Dependência Química – Grupos de Mutua Ajuda
  • 2 quarta-feira de Maio 2014 – MJPOP / Monitoramento Jovem de Politicas Públicas
  • 2ª quarta-feira de Agosto 2014 – Violência Domestica contra Crianças e Adolescentes
  • 2ª quarta-feira de Setembro 2014 – Violência contra Mulher e o Idoso.


27 janeiro 2014

Manhã festiva para culminância do projeto Bebês Seguros e Saudáveis na organização social parceira do ChildFund Brasil


Aconteceu no dia 06 de dezembro de 2013, a solenidade de culminância do projeto Bebês Seguros e Saudáveis na organização social parceira do ChildFund Brasil, Centro de Apoio à Criança de Itapiúna, do estado do Ceará, em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Trabalho e Assistência Social e Secretaria de Saúde.

evento contou com a participação de diversos profissionais que ao longo do ano contribuíram para a formação do grupo de mães, como Assistentes Sociais, Psicólogos, Enfermeiros, Médicos, Animadores Comunitários e Agentes de Saúde.

projeto fechou o ano com 86 beneficiados, sendo 36 no 1º Semestre e 50 no 2º semestre, com encontros semanais e a realização de diversas atividades, como sessões de terapias comunitárias, confecção de enxoval,oficinas com materiais recicláveis, rodas de conversas e palestras sobre os seguintes temas: prevençãoginecológica, aleitamento materno, hábitos alimentares, fortalecimento de vínculos familiares e autoestima da gestante, afetividade familiar, tipos de partos, entre outros.

eventos foi marcado ainda pela apresentação de teatro com a peça "Amamentar é um ato de amor", palavras de incentivo de profissionais e lideranças, além da entrega de kits.

As mães agradeceram aos parceiros pelo apoio e homenagem.
Ficou clara a expectativa para o ano de 2014.

20 dezembro 2013

Cartinha de afilhado para padrinho

O Natal está chegando e as crianças já estão ansiosas para saber o que vão ganhar de presente do Papai Noel. O João Raphael escreveu uma cartinha para contar ao seu padrinho como o dia de Natal é especial para ele e para a sua família. Muitas crianças ainda estão à espera de um padrinho, realize o sonho de uma delas e faça com que este Natal seja realmente especial e feliz. http://goo.gl/6OUKL