27 outubro 2010

Sabe quando o coração bate mais forte e o corpo arrepia por minutos?


Em nossa campanha, “Apadrinhar. Eu espalho essa ideia.”, contamos também com o apoio de madrinhas e padrinhos que desejam transformar o futuro de mais crianças em nosso país.

Eles e elas já sabem e vivenciam o impacto que o Apadrinhamento produz na vida das crianças beneficiadas e, por que não, na própria vida de quem participa dessa transformação.

Colhemos alguns depoimentos, gentilmente cedidos, por algumas madrinhas, que também são blogueiras e estão apoiando a nossa causa. Gostaria de participar? Então mande seu depoimento para nosso email: espalheessaideia@fundocristao.org.br e publicaremos ele aqui no nosso blog.

Clara Castelo apadrinha Luiz Miguel de Campos Sales/CE
Blog: http://espacopressurizado.blogspot.com/

"Luiz Miguel Martins Vieira têm 5 anos de idade e mora em Campos Sales, no Ceará. Em sua casa, moram 5 pessoas: a avó, a mãe, o tio e uma amiga. A estrutura por lá é ruim, barracão com paredes de tijolo, teto coberto por telha e chão de cimento grosso. Fiquei feliz em saber que, pelo menos, conseguem ter água encanada e luz elétrica. Sei muito pouco sobre o Miguel, posso até dizer que sei "quase nada". Mas sabe quando o coração bate mais forte e o corpo arrepia por minutos? Pois é sei que ele é carinhoso e estudioso e isso deu mais sentido à missão que me propus.

Fiz questão de escolher a criança. Fui passando os nomes e as histórias e quando bati o olho em Miguel decidi instantaneamente que seria ele. O nome Miguel tem uma história de peso em minha vida. Meu pai era devoto de São Miguel Arcanjo. Apadrinhei o Luiz Miguel esta tarde. Para ele, a minha ajuda pode significar esperança, progresso, futuro... pra mim, significa caridade e talvez outros sentimentos que possam surgir no decorrer das notícias que receberei sobre ele. E sabe quanto isso vai me custar por mês? Quarenta e dois reais."

0 comentários:

Postar um comentário