11 outubro 2010

Madrinha Cris Guerra conhece seu afilhado


Muitas madrinhas e padrinhos, depois de anos trocando cartas com os seus afilhados desenvolvem um desejo natural de conhecê-los pessoalmente. Apesar da distância, cria-se um vínculo afetivo e a vontade, nem que seja por um momento, de estar perto. A Cris Guerra viveu recentemente uma grande emoção quando conheceu pessoalmente o seu afilhado Fernando. Ela o apadrinhou quando ele tinha apenas 4 anos de idade. Foram 8 anos acompanhando o seu desenvolvimento por cartinhas e através dos relatórios do Fundo Cristão para Crianças. Você pode ler o depoimento da Cris Guerra em seu site: Hoje eu vou assim, e se encantar com este momento tão precioso. Como a Cris Guerra, muitos padrinhos e madrinhas, ao final do encontro, confirmam a certeza de que a sua participação na vida de uma criança, apesar da distância e de, aparentemente, representar tão pouco, causam uma transformação enorme na vida do afilhado. A nossa campanha, “Apadrinhar. Eu espalho essa ideia.”, busca incentivar as pessoas, cada vez mais, a participarem de uma causa social que ajudará muitas crianças que estão em busca de oportunidades e de uma vida melhor. Se você é madrinha ou padrinho nos mande também o seu depoimento e incentive seus amigos, familiares nesta nossa causa.

Link para o depoimento da Cris Guerra: http://www.hojevouassim.com.br/2010/10/11/o-dia-das-criancas/

0 comentários:

Postar um comentário