24 outubro 2011

Juventude vendida ganha prêmios e gera açãoes de combate a exploração sexual




Juventude vendida, série de reportagens da TV Correio (afiliada da Record da Paraíba, foi a vencedora do prêmio internacional de jornalismo José Hamilton Ribeiro, voltado aos países e comunidades de língua portuguesa. A premiação ocorreu no dia 23 de setembro de 2011, em São Paulo.

A série traça uma radiografia da exploração sexual de crianças e adolescentes na Paraíba em seis matérias. Para mostrar essa triste realidade, a equipe de TV percorreu mais de cinco mil quilômetros no estado em quase três meses. As matérias mostram meninas sendo comercializadas sexualmente por um picolé, um prato de comida e até brinquedos.

Desde que foi ao ar, Juventude vendida tem conquistado vários prêmios. Além do José Hamilton Ribeiro, a série já ganhou premiações estaduais e o Prêmio Tim Lopes de Jornalismo. Outras conquistas importantes das matérias, são as ações que tem sido realizadas no estado desde a exibição delas:

- A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba promoveu uma operação policial na cidade de Pombal e dez pessoas foram presas por envolvimento na exploração sexual infantojuvenil.

- O Procurador Chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas, também ingressou com uma ação civil pública denunciando várias pessoas mostradas na série.

- As Polícias Civil e Militar passaram a realizar fiscalização ostensiva em bares, restaurante e bordéis contra a exploração sexual e um ponto (na cidade de Rio Tinto) mostrado na série foi fechado.
- A Paraíba foi uma das pioneiras a denunciar a exploração sexual à Justiça do Trabalho, pedindo indenização por dano moral coletivo (três ações estão em andamento). Todos os responsáveis foram condenados e tiveram os bens bloqueados pela justiça. 

A segunda, terceira, quarta, quinta e sexta partes da série estão disponíveis no Youtube. Vale a pena conferir!

0 comentários:

Postar um comentário