21 novembro 2011

Coluna do apadrinhado: a chegada do Natal


O Natal se aproxima, e com ele, vários bons pensamentos nos vêm à cabeça. Mas, o mais importante é ter atitude. É o que explica o futuro jornalista Natan Vieira e ex-apadrinhado do Fundo Cristão para Crianças, em mais uma edição de sua coluna. Não deixe de ajudar!  

Olá!
Vem chegando o Natal! Vem chegando um ano novo! Planos? Muitos, muitos planos! Que época boa, não é mesmo? 

É verdade. O Natal exerce sobre as pessoas uma coisa muito boa. É a época em que mais se pensa no perdão, no amor ao próximo e na família. Mas, pensar não é o mesmo que agir. Acho, sinceramente, que não precisamos esperar determinadas datas para pedirmos perdão ou expressarmos amor e afeto. Que tal nos adiantar e pensarmos nisso tudo antes?

Enquanto crescemos a complexidade dos problemas nos quais nos metemos crescem também. Na verdade, deixamos que eles cresçam e acabamos nos perdendo. Lembro-me quando havia alguma briguinha com um colega de sala da organização parceira do Fundo Cristão para Crianças em que fui atendindo, durava o tempo de uma brincadeira. Na seguinte já estávamos brincando juntos. E não era Natal.

Não deixemos que o perdão e as expressões de amor e afeto ao próximo figurem somente nos “planos para o ano que vem”. O ano que vem, como esse, vai passar voando. Inclua nos seus planos para amanhã o perdão, o amor, o “apadrinhar”, o “ser melhor”, o “ser mais humano”.

Natan Vieira.



Leia a coluna de estréia e um incentivo às cartinhas, textos escritos pelo ex-apadrinhado Natan Vieira


0 comentários:

Postar um comentário