05 janeiro 2012

Fome: o maior problema solucionável do mundo


A fome é o maior problema do mundo, de acordo com a Onu. Segundo dados do Programa Mundial de Alimentos, também da Onu, ela mata mais do que a AIDS, malária e tuberculose juntas, e é, por isso, o maior risco para a saúde humana. Além disso, uma em cada sete pessoas vai para a cama com fome todas as noites, totalizando 925 milhões de seres humanos que não comem o suficiente para ter uma boa saúde. E as estatísticas, fatos e previsões assustadoras não param por aí: 

- Em 2050, as alterações climáticas e os padrões climáticos irregulares levarão mais de 24 milhões de crianças à fome.

- Um terço das mortes entre crianças menores de cinco anos de idade nos países em desenvolvimento estão ligadas à desnutrição.

- Cerca de 17 milhões de crianças nascem abaixo do peso a cada ano porque as mães não estavam bem nutridas.

Sabe qual a boa notícia? Apesar de ser bastante grave, o problema é considerado solucionável. É a própria Onu que diz isso. Para ajudar não precisa ir para a Ásia, Pacífico ou África, regiões nas quais há mais famintos no mundo. Através do apadrinhamento você pode contribuir para que a alimentação de uma criança em situação de risco e de toda a família dela seja bem melhor.

Ao apadrinhar uma criança você também ajuda a manter projetos que têm como objetivo deixar a mesa das famílias brasileiras mais fartas. Tá esperando o que para entrar na luta contra a fome? Apadrinhe!

    
Fonte: Onu BR



0 comentários:

Postar um comentário