03 abril 2012

Coluna do Apadrinhado: Páscoa

Natan Vieira é estudante de jornalismo e ex-afilhado pelo ChildFund Brasil. A cada quinze dias ele assina a Coluna do Apadrinhado, onde compartilha experiências e aprendizados. Nessa coluna temos um tema especial, a páscoa. Veja o que ela significa para Natan como ex-apadrinhado e reflita sobre a renovação proposta por ele.

Olá!


E é chegada a hora da renovação! A Páscoa se aproxima!


Na organização parceira do ChildFund Brasil em que fui atendido, Páscoa era sinônimo de alegria, gratidão e surpresa. Ficávamos ansiosos. Essa ansiedade era recompensada por uma semana de partilha, chocolates e marcada por brincadeiras. Era um tempo – não tão longe assim – no qual os doces faziam parte da festa, mas não eram essenciais.


Vendo daqui, do presente, posso dizer que a criança precisa de atenção dos adultos, de brincadeiras, de algum espaço e de outras crianças. No que diz respeito a brincadeiras, um giz, um barbante, algumas tampinhas, ou mesmo caixas de sapatos são suficientes. O tempero feito da imaginação é responsável por todo o resto. O chocolate acaba no tempo de uma mordida. As brincadeiras geram momentos tão significativos a ponto de durarem a vida inteira.


Antigamente as brincadeiras tinham menos plugs, cabos e circuitos. Acho preciso resgatarmos as velhas e boas brincadeiras, assim a criatividade tem seu terreno garantido. Em minha opinião, esse resgate seria a verdadeira renovação. Se as crianças brincassem mais, criassem mais e explorassem mais as possibilidades de uma brincadeira se tornariam adultos mais felizes, responsáveis e conscientes.


Viva a Páscoa com criatividade e deixe a renovação acontecer!


Natan Vieira

0 comentários:

Postar um comentário