03 outubro 2012

Jovens de Medina revelam suas experiências no projeto Olhares em Foco

Nem mesmo a previsão de chuva para o dia da abertura (23/09) do projeto Olhares em Foco de Medina, que obrigou os organizadores a mudar o local da exposição, foi suficiente para desanimar os convidados para a mostra fotográfica. “A mudança de última hora superou as nossas expectativas e nos surpreendeu pelo número de visitantes, mais de 70 pessoas”, conta Jaílson Costa, colaborador da Associação Comunitária do Município de Medina (Ascomed), organização social parceira do ChildFund Brasil.

O projeto visto pelos jovens 

Encerradas as atividades, o ChildFund Brasil foi a campo para saber a opinião de alguns dos integrantes da iniciativa. A experiência deixou a todos muito orgulhosos e honrados, como conta a adolescente Kelly Almeida Fernandes, de 14 anos. “Foi uma experiência inédita e muito bacana, pois tive a oportunidade de saber um pouco mais sobre a fotografia, de viajar. E apesar do encerramento do projeto, sempre fica um gostinho de quero mais”, comenta. 
                                       Kelly Almeida Fernandes: “Foi uma experiência inédita e muito bacana ...”

Compartilha da mesma opinião, o jovem Cleiton Eduardo Pereira de Jesus, de 18 anos. “Foi muito legal participar do projeto, aprendi várias formas de fotografar, conheci mais sobre luz e imagem, a usar o ângulo certo e também pude conhecer outras culturas e costumes. E por que incrível que pareça, tudo por meio de fotos”, explica. Para Cleiton, foi uma das melhores experiências da sua vida, “espero que o projeto continue para ensinar outras gerações”
                               Cleiton Eduardo Pereira de Jesus: “Espero que o projeto continue para ensinar outras gerações”
O mundo pelas lentes de uma câmera 

A jovem Jéssica Silva Santos também comenta que foi muito gratificante. “Aprendi várias coisas sobre fotografias e o que se passa por trás de cada uma delas, além disso, o projeto une as pessoas, pois fiz novos amigos”, afirma. 
                Jéssica Silva Santos: “Agora enxergo o mundo de outra maneira, e também através da lente de uma câmera ...”

Perguntada o que mudou após sua participação no curso, ela não teve dúvidas em apontar as transformações e ainda mandou um recadinho para o facilitador e fotógrafo, José Lourival Figueiró. “Agora enxergo o mundo de outra maneira, e também através da lente de uma câmera. Vou sentir muita falta do nosso facilitador, o Lourival. Tenho certeza que ele vai fazer falta não apenas para mim, mas também para todos os inscritos no projeto”, conclui. 

A julgar pelos comentários dos meninos, e guardadas as devidas proporções, a gente encerra esta matéria com uma frase de Henri Cartier-Bresson, o pai da fotografia – “fotografar é colocar na mesma linha de mira, a cabeça, o olho e o coração”.

0 comentários:

Postar um comentário