28 fevereiro 2013

1ª exposição de fotografias Olhares em Foco é uma das atrações dos 50 anos de Carbonita



Em comemoração aos 50 anos de Carbonita, será realizada pela primeira vez na cidade a exposição de fotografias do projeto Olhares em Foco. A mostra acontecerá neste sábado, dia 02 de março/13, à partir das 9h, na Praça da Matriz, no centro da cidade. O projeto é uma iniciativa do ChildFund Brasil – Fundo para Crianças e executado pelas organizações sociais parceiras em todo o país. Em Carbonita, o Olhares em Foco é uma realização do Projeto Semear a Esperança de Carbonita – Prosesc, com o apoio da Prefeitura da cidade. 

Desde novembro de 2012, o Prosesc oferece aos adolescentes e jovens, inscritos na organização, oficinas de fotografia. A exposição fecha o período de três meses de oficinas do Olhares em Foco que por objetivo promove uma reflexão acerca dos espaços de convivência e relações sociais de jovens por meio da autobiografia, família e comunidade. Além de adquirir conhecimentos sobre a fotografia, os jovens têm a oportunidade de expressar o olhar deles sobre o cotidiano da comunidade e refletir de forma crítica sobre o que fotografam.


A coordenadora de projetos sociais do Prosesc, Rute Moreira, fala das oficinas. “Os encontros para a captação de imagens foram muito produtivos. Em fevereiro, houve a visita na comunidade de Abadia. Lá, os jovens tiveram a oportunidade de conversar com vários moradores, conhecer a comunidade, visitar a igreja e os rios, propiciando momentos  de extrema e felicidade e, consequentemente, os mesmos voltaram  mais interessados e  comprometidos. O mesmo aconteceu durante a caminhada à tarde pela região do Capoeirão. Foi um simples passeio que mudou a rotina de todos e a visão do lugar”, contou Rute.

Para a coordenadora Rute, as ações do Projeto Olhares em Foco, contribuiu para a construção da cidadania o fortalecimento do protagonismo dos jovens, para melhorar a convivência familiar e comunitária, estreitamento do relacionamento entre as pessoas mais idosas e os jovens por meio da fotografia e conhecimento de histórias da comunidade e vivencias próprias. “Um outro ponto interessante foi instigar nos adolescentes e jovens um novo olhar sobre as suas raízes e herança cultural, fortalecendo assim a cultura local. Ficou perceptível que o grupo saiu com um novo olhar sobre o  conceito de beleza rompendo com alguns paradigmas”, acrescentou Rute.

Já foram realizadas 18 edições da exposição Olhares em Foco pelo país e mais de 300 adolescente e jovens já participaram do projeto.

Pbec promove debates sobre a redução da maioridade penal


O Pbec (Projeto do Bem-Estar Comunitário), organização social parceira do ChildFund Brasil em Fortaleza (CE), promoveu nos meses de janeiro e fevereiro um ciclo de debates sobre os direitos e deveres do menor em situação de risco. 



As reuniões, que contaram com a presença de autoridades do assunto, como o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Fortaleza e  o promotor de Justiça da Infância, tiveram como objetivo esclarecer as famílias sobre os direitos e deveres do jovem que cometeu um ato infracional durante o processo sócio-educativo.

Além disso, os participantes foram convidados e a refletir sobre o tema, considerado bastante controverso. Muitas vezes em razão da dificuldade na sua aplicação e de problemas que vão desde a compreensão do sentido social e educacional destas medidas, passando pela qualidade da formação dos profissionais envolvidos com este público, infraestrutura das instituições que atendem esse público, e desconhecimento das famílias dos deveres do adolescente durante esse processo.

Ciclos de debates, como esse realizados pelo Pbec, são, portanto, muito importantes para reforçar quais são os deveres e garantias destes jovens.

26 fevereiro 2013

Sirlane Oliveira conta como sua madrinha transformou sua vida

O apadrinhamento transforma vidas e no caso de Sirlane Oliveira, que participou dos projetos do ChildFund Brasil junto a organização social parceira AMPLAMT (Associação de Promoção ao Lavrador e Assistência ao Menor de Turmalina), não foi diferente. 

Ela teve sua vida transformada graças à sua madrinha Rosemary Herhold e aos projetos realizados junto ao ChildFund Brasil. 

Leia o depoimento e descubra como esse gesto pode ser gratificante. 

Eu já tive padrinhos e posso dizer o quanto foi importante para a minha vida. Hoje tenho 25 anos e reconheço que se não fosse os projetos que participei, através da instituição APLAMT, eu não seria o que sou. Sou educadora social há três meses e estou adorando. Estou revivendo a minha historia vendo vidas serem transformadas através do apadrinhamento. Você que é padrinho(a), parabéns! Você é muito importante na vida de alguém. Com a sua contribuição, vidas estão sendo transformadas e um dia, assim como eu, alguém irá lembrar de você e agradecer por esse gesto solidário que será inesquecível para alguém. 

Abaixo você pode ver uma cartinha que a Sirlane encaminhou para a sua madrinha na época em que fez parte do projeto. Você pode se inspirar neste exemplo e ajudar na transformação da vida de uma criança. 






22 fevereiro 2013

Inauguração do Centro Esportivo ABAFE

Aconteceu hoje, dia 22 de fevereiro, a inauguração do esportivo da Associação Comunitária do Bairro Felicidade - ABAFE, em BH, organização social parceira do ChildFund Brasil - Fundo para Crianças. A revitalização da quadra foi possível devido à parceria da ABAFE com a Fundação Gol de Letra e do programa Ginga Social da Adidas.

Vejas as fotos:





O ex-jogador de futebol Raí, a coordenadora da Abafe, Zilma e no lado direito o gerente de mobilização e recurso do ChildFund Brasil, Mauricio Bianco.





21 fevereiro 2013

Pbec é parceiro do Instituto Coca-Cola em projeto coletivo



Contribuir para a formação profissional de jovens de Fortaleza e encaminhá-los para processos seletivos em grandes redes de varejo.  Esse é o objetivo do Projeto Coletivo Jardim das Oliveiras, iniciativa do Pbec (Projeto do Bem-Estar Comunitário), organização social parceira do ChildFund Brasil em Fortaleza (CE), junto ao Instituto Coca-Cola. 

Esse projeto tem como objetivo preparar adolescentes da capital cearense para o mercado de varejo. Enquanto o Instituto, é responsável por ministrar aulas sobre empregabilidade, mercado de varejo e simulação de dinâmicas, o Pbec oferece aos alunos formação sobre valores humanos.

35 jovens foram encaminhados à Coca-Cola e para atuarem como menores aprendiz, desde setembro do ano passado, quando o projeto teve início.

Para a próxima turma, cuja as aulas terão início agora no final de fevereiro, será oferecido também o curso do inglês com o objetivo de qualificar profissionais para a Copa das Confederações em 2013. Segundo os organizadores, quem passar pelo projeto estará apto a trabalhar até mesmo na Copa do Mundo no que vem.

Inscrições abertas

40 vagas
16 a 30 anos;
ambos os sexos;
Ensino Médio concluído ou em curso
Início das Aulas: 25 de fevereiro
Informações: (85) 3279-5221

Os cursos têm duração de dois meses e meio.

15 fevereiro 2013

Oficina promove o fortalecimento dos laços entre mães e crianças

A Oficina de Fortalecimento de Vínculos Interpessoais, promovida pela AMBFFM (Associação dos Moradores dos Bairros Frutilândia I e Fulô do Mato), organização parceira do ChildFund Brasil no Rio Grande do Norte, foi um sucesso!  



O projeto alcançou um excelente resultado em 2012 no sentido de fortalecer a relação entre as crianças atendidas pelo projeto e suas famílias. Mais de 80% das 100 famílias atendidas reconheceram que, após a realização de 10 oficinas mensais, elas passaram a conhecer muito mais sobre os direitos e deveres da criança e, o mais importante, passaram a acompanhar a vida escolar dos filhos e a cuidar do crescimento físico, emocional e intelectual dos mesmos demonstrando mais afeto e amor.

Para 2013, o objetivo é aumentar em 30% as famílias atendidas, visando consolidar e estreitar ainda mais o relacionamento entre crianças e suas famílias.  


Confira alguns números divulgados pela AMBFFM sobre a Oficina de Fortalecimento de Vínculos Interpessoais. 


O público participante está assim dividido: 

33% na faixa etária de 15 a 30 anos 
25,6% na faixa etária de 31 a 40 anos 
41,4% na faixa etária acima de 41 anos
Para as famílias os principais conhecimentos adquiridos foram: 

86,5% Afetividade familiar
42,6 % Benefícios sócio assistenciais 
32,9 % Igualdade de Gênero 
18,2% Política de Assistência Social

Segundo as famílias após as oficinas:
80,4% passaram a conhecer muito mais sobre os direitos e deveres da criança, 
92,6% passaram a acompanhar a vida escolar do filho (a) com maior frequência, e a cuidar do crescimento físico, emocional e intelectual, demonstrando mais afeto e amor. 
70% disseram que tem conversado com os filhos sobre os problemas familiares a que lhe dizem respeito.
82,9% estão participando com maior frequência nas reuniões escolares e nos espaços que são frequentado por seus filhos. 

Quanto as ações realizados pela Instituição visando a garantia de direitos da criança e do adolescentes foram avaliadas como: 
98% Bom á ótimo 2% regular, deve ser feito algumas mudanças, melhorias para o ano de 2013.

05 fevereiro 2013

Aluno do projeto Olhares em Foco é premiado em concurso de fotografia do Sesc/MG


O Olhares em Foco é uma iniciativa do ChildFund Brasil – Fundo para Crianças junto à organização social parceira Conselho de Pais Crianças Feliz – Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte/MG 

O aluno Marlon André Roxo Domingos, 10, do Projeto Fotográfico Olhares em Foco participou do 1° Concurso Sesc Minas de fotografia, categoria na amadora e foi premiado com uma hospedagem em uma  das unidades do SESC MG, com acompanhante. A cerimônia de premiação foi realizada no dia 1 de fevereiro, no Sesc Centro Cultural JK, onde atualmente acontece a exposição  de todas as fotos dos participantes. 


Na hora da premiação foram muitos aplausos para Marlon e muitos ficaram muito surpresos por ele ser apenas uma criança.  Marlon recebeu o prêmio das mãos do Superintende de Cultura, acompanhado pelo gerente do Sesc Centro Cultural JK, Paulo Azulay e do gerente de cultura, Jorge Cabrera Gomez.


As fotos que compõem a coleção são resultado da parceria do ChildFund Brasil – Fundo para Crianças junto  à organização social parceira Conselho de Pais Crianças Feliz, no Aglomerado da Serra em Belo Horizonte no semestre passado. Presente na premiação, a supervisora da organização parceira do ChildFund Brasil, Raquel Nunes Neto, estava emocionada. “Parece um sonho. É muita emoção. Foi muito trabalho durante o ano todo. Nem se eles fossem os meus filhos, eu estaria tão feliz”, disse Raquel. 


Também na premiação, o facilitador do Olhares em Foco do Aglomerado da Serra, Jorge Quintão, falou sobre como o Olhares em Foco, que possibilita mudanças na vida dos alunos, tornando-os mais comunicativos e proporcionando uma nova percepção da comunidade. “Eles aprenderam muito comigo e eu com eles, foi uma espécie de ganhos compartilhados. É muito gratificante tê-los no concurso. Estou extremamente feliz. A fotografia imprimiu sentido à vida dessas crianças e o concurso é uma consequência de tudo o que aprenderam e vivenciaram”, revela Quintão.

Saiba um pouquinho mais sobre o concurso
Nesta primeira edição do concurso do Sesc, o tema proposto foi “O impacto sociocultural do futebol: o mundo da bola fora da órbita comum”. A ideia era chamar a atenção para a construção desse fenômeno popular que influencia gerações nos âmbitos cultural, político e intelectual.  A competição recebeu imagens de fotógrafos de todo território nacional com o tema futebol.

A partir de oficinas de fotografia, o Olhares em Foco visa promover uma reflexão referente aos espaços de convivência e relações sociais destes jovens sob três aspectos: autobiografia, família e comunidade. Além de adquirirem conhecimentos sobre técnicas e recursos fotográficos, os jovens têm a oportunidade de mostrar, pelas imagens, o cotidiano da comunidade em que vivem.

As fotografias inscritas foram analisadas por um júri especializado, composto por profissionais reconhecidos no meio fotográfico, artístico e cultural. Todas as imagens selecionadas também farão parte do circuito de exposições itinerantes de Artes Visuais da Gerência de Cultura do Sesc Minas, no biênio 2013/2014, e poderão passar por diversas cidades de Minas Gerais.

Dos 32 alunos participantes do projeto Olhares em Foco, nove concorreram, cada um com duas fotos produzidas no Aglomerado da Serra, durante as saídas fotográficas. Desses nove inscritos, dois, Marlon e Natanel concorreram na categoria amadora e tiveram as fotos selecionadas pelo concurso. 



Fotos por Jorge Quintão