31 outubro 2013

Cartinha de afilhada para padrinho


São os pequenos gestos que mudam o mundo. Quando você apadrinha uma criança você não faz apenas uma doação financeira, você doa amor, afeto, sonhos, esperança e oportunidades. Leia a linda cartinha que a Rosilane escreveu para o seu padrinho David. Apadrinhe uma criança e sinta você também o quanto pode fazer a diferença na vida de uma criança!


 
"Querido padrinho David

É com o coração transbordado de alegria que eu escrevo para você, para dar minhas notícias e ao mesmo tempo saber as suas.

Padrinho, aqui está muito quente e ventando muito. E ai como está o clima? Espero que esteja do seu gosto. Padrinho, também quero agradecer a carta e o cartão que você mandou para mim gostei muito, e também adorei o desenho da Christina, e tô muito feliz em saber que ela começará a 2ª série, estou torcendo por ela.

Padrinho comigo e minha mãe graças a Deus está tudo bem, só estamos, muito triste, pois meu pai faleceu há quatro meses atrás. No dia 27 de abril, ele teve um infarto e não resistiu, rezamos para que onde ele esteja, ele esteja feliz e em paz.

Finalizo por aqui com um forte abraço para todos vocês, e que todos fiquem com Deus. 

Rosilane Pinheiros dos Santos"
 

Dia das Crianças nas Organizações Sociais Parceiras

Como forma de proporcionar o direito de brincar, garantido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, e comemorar o Dia das Crianças, as organizações sociais parceiras do ChildFund Brasil realizaram atividades para as crianças na semana do dia 12 de outubro.

A organização social parceira do ChildFund Brasil desde 1986, Frente Beneficiente para Crianças, que tem como missão promover o desenvolvimento global das crianças, adolescentes e famílias, através de atividades que fortalecem os princípios de cidadania e melhoram a qualidade de vida,também realizou dois eventos em comemoração ao Dia da Criança.


Os eventos aconteceram nos dias 10 e 11 de outubro e contou com atividades como: exibição do filme Meio Ambiente, colagem coletiva em um desenho gigante, brincadeiras com balões, danças, competições, teatro de bonecos, bingo da amizade, pinturas faciais, entrega de bombons, lanches e presentes.



O Projeto Alegria da Criança - PAC -, criado em 1986, é uma organização social parceira do ChildFund Brasil e tem como objetivo promover o crescimento socio-político e cultural das crianças, adolescentes, jovens e adultos de baixa renda da comunidade de Jurema, no Ceará.
O PAC realizou, nos período de 07 a 11 de outubro, a Semana da Criança em comemoração ao Dia das Crianças. Durante a semana de festividades as crianças se divertiram muito, teve contação de história, oficinas de pintura e artes, cinema com pipoca e o Dia da Alegria, com tobogã, cama elástica, castelo, piscina de bolinha, tombo legal e muitas outras brincadeiras, além de algodão doce, picolé.

Campanha do Dia das Crianças


O Dia das Crianças é comemorado no dia 12 de outubro. Ao longo dos 47 anos do ChildFund Brasil foram muitas vitórias alcançadas, entretanto, sabe-se que ainda falta muito para que todas as crianças tenham efetivamente um Feliz Dia das Crianças. Como forma de conscientizar as pessoas, criamos a campanha “Só é possível desejar Feliz Dia das Crianças quando...”, na qual, destacamos cinco situações que retratam a vulnerabilidade e a privação dos direitos das crianças. Sabemos que são muitas as questões que ainda pedem para que um dia tenhamos um 12 de outubro digno de comemoração, e pra isso, abordamos problemas atuais como educação, nutrição, trabalho infantil e violência doméstica. A campanha foi um sucesso e gerou o retorno desejado nas redes sociais.


30 outubro 2013

Roda de Terapia Comunitária

A Associação Municipal de Assistência Infantil - AMAI –, organização social parceira do ChildFund Brasil há mais de 30 anos, atende 637 famílias das áreas rurais do município de Francisco Badaró/MG que vivem em situação de privação, exclusão e vulnerabilidade social.

A AMAI tem como missão promover o crescimento humano e comunitário, diminuir as diferenças sociais e oferecer oportunidades de desenvolvimento para as crianças, adolescentes e jovens, através de ações com a participação efetiva dos pais, construindo parcerias com ONG’s.

No dia 23 de outubro, a AMAI realizou pela primeira vez a Roda de Terapia Comunitária, uma atividade que visa a valorização das histórias de vidas das pessoas, o resgate da identidade, a restauração da autoestima e da autoconfiança, a ampliação da percepção dos problemas e possibilidade de resolução a partir das competências locais.  A atividade traz diversos benefícios para as famílias da comunidade, pois promove qualidade de vida e a construção de vínculos solidários.

Outras duas Rodas de Terapia Comunitária já foram marcadas: a primeira vai acontecer no dia 08 de novembro com um grupo de jovens e a segunda, no dia 11 de novembro, contará com a presença de um grupo de pais hipertensos.


29 outubro 2013

Exposição de Artes Plásticas: "Arte & Criança"

A Frente de Assistência a Criança Carente - FACC -, organização social parceira do ChildFund Brasil desde 1986, tem como objetivo oportunizar um ambiente, que propicie o desenvolvimento pleno e integral para crianças, adolescentes, jovens e familiares de Fortaleza, Ceará.

A FACC, através dos projetos “Pintando a Paz!”, “Movimentos de Juventude” e o “Vidas em Movimento”, oferece atividades que visam a redução da exposição de crianças e jovens a situações de violências. Nos conflitos nas relações comunitárias, procuram trabalhar o fortalecimento do diálogo intergeracional, recuperação do sentido de coletividade, ampliação da oferta de ações que promovam os direitos humanos de crianças, adolescentes e jovens.

O ChildFund Brasil e a Frente de Assistência a Criança Carente acreditam que o acesso a cultura pode transformar vidas, por isso, há 5 anos as crianças atendidas pela organização participam da Solidart - Mostra de arte, Exposição fotográfica social Olhares em foco.


22 outubro 2013

Cartinha de afilhada para madrinha

Quando você apadrinha uma criança você não faz apenas uma doação financeira, você doa amor, esperança, sonhos e recebe de volta carinho e admiração. Leia a cartinha que a afilhada Tais Juny Santos escreveu para a sua madrinha Mary Alba e veja como o apadrinhamento fez bem para as duas.




“Querida madrinha Mary

Estou muito feliz em estar escrevendo mais uma cartinha a você madrinha que é muito especial para mim.

Eu e minha família estamos bem graças a Deus, na escola também estou indo bem pois me esforço para obter boas notas. No dia 07 de setembro na minha escola teve um desfile em comemoração a independência do Brasil o tema era a importância da escola na vida das crianças, adolescentes e jovens, o meu bloco representava a matéria de geografia e tudo estava muito lindo. Madrinha, recebi a sua maravilhosa carta, agradeço pelas orações que tem feito por mim e para minha família, eu também rezo para você e peço que Deus te dê muita saúde e que continue sendo essa pessoa maravilhosa. Respondendo as suas perguntas eu aprendo nas aulas de computação a fazer planilhas no Excel é importante e um pouco difícil, a dengue é uma doença que é transmitida através de uma picada do mosquito que habita em águas paradas e os sintomas são febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, vômitos, náuseas e etc. Estamos pedindo a Deus que essa doença não se evolua, para isso a população está se prevenindo, evitando deixar água parada, e no meu curso de crisma que é a confirmação do batismo, eu aprendo a respeitar os mandamentos da lei de Deus e a receber os dons do Espírito Santo, espero, fiquei triste com o acidente do seu neto e peço a Deus por ele, dê meu abraço em toda a sua família, fique com Deus.

Beijos e abraços de sua afilhada.


Tais Juny Santos” 

18 outubro 2013

Cartinha de padrinho para afilhada

Apadrinhar uma criança é um ato de amor. Leia a cartinha emocionante do padrinho Frederico Sampaio para a sua afilhada Adrielly e veja como o apadrinhamento vale a pena.





"A cada cartinha que recebo sua mais me apaixono por você Adrielly, devemos mesmo
aprender a cada dia, a cada hora, nunca devemos parar de aprender, isso é tão bom, é tão lindo, mas a gente sabe, mas podemos crescem na vida.

Quero que saiba Adrielly amo muito as suas cartas, amo as coisas que você escreve para mim, é de um jeito tão encantador que faz qualquer um se admirar por você.
Fico feliz em sabe que todos da família vão bem, eu estou bem também, estava meio gripado, mas já estou melhor.

Que bom que você gostou da máquina, é bom quando tive uma festinha na associação você já pode tirar foto, ou até das plantas, falando de fotos, amei as que você mandou para mim, você está uma fofa, cabelo lindo, Gustavo (Gugu), já está bem grande, ele mudou muito desde última vez que o vi, daqui a pouco já está do seu tamanho e tomado contra de você, sei que ele vai te proteger sempre, porque ele te ama, assim como eu.

Sempre estarei te enviado vídeo do Pedro, ele nos ensina algumas coisa tipo: Porque ser obediente aos nossos pais, porque não ser violento, porque não rouba, porque pedi Obrigado além de outras coias, sei que tudo isso seu pai e sua mãe já te ensinam e muito bem, pelo tipo de menina que você, tão carinhosa comigo e acho com as outras pessoas também.

Ah quero te contar uma novidade ganhei uma sobrinha filha do meu irmão a primeira, nome dela é Monalisa Sampaio, uma coisa fofa,na verdade tenho outra que mora em Sergipe Filha da minha irmã,ela tem 12 anos,mas a gente não se fala porque os pais dela não são mais casado e desde de então não posso ter mais contato com ela,porque o pai dela não permitir,desde então não falo com minha irmã também,mas não tenho raiva dela,na verdade não devemos ter raiva de ninguém isso só faz mal,deixa tudo na mão de Deus.

E como está a escola tudo bem? Alguma novidade que me queria contar?

Drica o que você quer ser quando crescer? Quero muito saber,vou analisar uma forma de te ajudar referente a isso, fico no aguardo dessa resposta.

Beijos ! Te Amo Minha flor.

Pense nessa frase de um filme que eu vi chamado Prova de Amor, sobre uma irmã que tenta salvar sua irmã: Tenho um anjo da guarda que me protege a todo segundo. “Por mais doente que esteja, sei que não estou sozinha.” 

17 outubro 2013

17 de Outubro – Dia Internacional pela Erradicação da Pobreza

“Pobreza é fome, falta de abrigo. É estar doente e não poder ir ao médico. É não poder ir à escola, não saber ler, não ser capaz de falar corretamente. Pobreza é a perda de uma criança por doença trazida pela água contaminada. É impotência, falta de representação e liberdade”

As palavras acima nos fazem refletir sobre a pobreza no seu mais genuíno significado. Elas são de Deepa Narayan, ex-consultora sênior do Grupo de Redução da Pobreza do Banco Mundial. O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, marcado para 17 de outubro, é um bom momento também para refletir sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM, chamados no Brasil de “8 Jeitos de Mudar o Mundo”. A primeira dessas metas é exatamente erradicar a extrema pobreza e a fome no mundo.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - Pnud afirma que o Brasil já superou o objetivo de reduzir pela metade o número de pessoas vivendo em extrema pobreza até 2015: de 25,6% da população em 1990 para 4,8% em 2008. Mesmo assim, 8,9 milhões de brasileiros ainda tinham renda domiciliar inferior a R$ 2,75 por dia até 2008. De acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, atualmente, mais de 12 milhões de pessoas ainda vivem abaixo da linha da extrema pobreza (famílias que vivem com até R$ 70,00 mensais). Dessas, 8 milhões são crianças. É um número alto, e cruel em suas consequências.

O ChildFund Brasil há 47 anos combate a pobreza extrema, contribuindo para a erradicação completa dessa situação. Em mais de quatro décadas, a organização presenciou que a pobreza extrema destrói a vida e o espírito de pessoas, é mais culpada pela morte de crianças, jovens e adultos que qualquer guerra e, todos os dias, pessoas que vivem nesta situação encaram o desafio e a ameaça da falta de comida, de abrigo e de acesso a serviços essenciais. Com um trabalho intenso em comunidades que vivem sob risco social, o ChildFund Brasil presenciou alguns bons resultados nas regiões Sudeste e Nordeste do país.

O Centro Social de Orós – CSO é umas das organizações sociais parceiras do ChildFund Brasil e atua na cidade de Orós, no Ceará. Segundo o Censo 2010, a pobreza no Norte e Nordeste do Brasil é mais intensa, apesar dos avanços dos últimos anos.  Nessa situação, as crianças são as maiores afetadas e enfrentam deficiências básicas de alimentação, moradia, nutrição, saúde e educação.


Em 1998 surgiu a metodologia Animador Comunitário do ChildFund Brasil, para promover a capacitação continuada de líderes comunitários voluntários. Desde então, os animadores comunitários recebem capacitações para entender os contextos sociais, culturais e políticos em que vivem e estimulam nas pessoas a vontade de aprender. Eles orientam as famílias assistidas na construção de soluções para suas necessidades, noções básicas de saúde e estimulam o acompanhamento da educação dos filhos, a participação em projetos sociais e ações que possam influir em políticas públicas e provocar mudanças sociais expressivas. "O voluntário é um líder social na comunidade, que contamina os outros com este espírito e os traz para nossa rede do bem", disse Maria Faustino, 51 anos, 15 deles dedicados a esse trabalho voluntário.


Assim, os voluntários conseguiram resultados satisfatórios em Orós como a redução do índice de mortalidade infantil, taxa de 100% de cobertura de vacinação, redução da desnutrição infantil, conhecimento sobre Terapia de Reidratação Oral - TRO e Infecção respiratória Aguda – IRA, alto índice de aprovação escolar, redução da evasão e analfabetismo. "Sou animadora comunitária há 10 anos. A minha maior realização foi ter ajudado na recuperação de uma criança desnutrida", revela Maria Lúcia Carneiro, 68 anos.



De acordo com a gestora do CSO, Socorro Costa, por meio das formações mensais, os voluntários despertaram para conquistas de melhoria de vida. Muitas pessoas passaram estudar e se formaram em Pedagogia, História, Administração, entre outras áreas; alguns hoje exercem funções na área de saúde, muitos são funcionários públicos e trabalham no município e cidades vizinhas. “Tudo isso é exemplo e incentivo para as nossas crianças, evitando que elas permaneçam em situação de pobreza”, acredita Socorro. Com a execução dos projetos do ChildFund Brasil em Orós, o Centro tem conquistado muitas vitórias ao longos dos anos, mas segundo Socorro há muito a ser feito. “Essa luta continua até os dias atuais, onde fazemos uma culminância no dia 17/10 de cada ano, dos nossos trabalhos realizados em prol do fortalecimento desta causa”, diz a gestora.