06 novembro 2013

Cartinha de afilhada para madrinha



Uma criança que vive em situação de vulnerabilidade social não precisa apenas de bens materiais, ela precisa de afeto, carinho e incentivo. Ao apadrinhar uma criança você estabelece com ela um vínculo de amor que transforma a sua vida e a da criança. Leia a cartinha da Camila para a sua madrinha Kim e veja como as crianças se sentem queridas quando recebem cartinhas de seus padrinhos:

 

“Querida madrinha Kim,

É com imensa alegria e satisfação que venho escrever-lhe novamente. Sinto muita falta das suas cartas, adoro ficar sempre relendo as outras que você já me mandou, fico pensando em você. Bem madrinha você me perguntou sobre os jovens europeus, e eles são uma graça. Pena que só vieram franceses, italianos, alguns suíços e alemães. Você acredita que conversei com os italianos, tiramos fotos e até fiz amizades. Já os franceses, fora a parte que eu não entendia nada do que eles falavam, também tiramos fotos e até brincamos juntos. Mas uma coisa que eu percebi neles: é a felicidade e a alegria imensa que eles tem. Ah! Fui até confundida com uma italiana e uma francesa; um dos italianos achou que eu era italiana e começou a conversar comigo. Alguns suíços e alemães falavam inglês, então deu para entender algumas coisa. Mas graças a Deus foi um ótimo encontro.

Bom madrinha infelizmente tenho que finalizar a minha cartinha, mas depois te conto mais. Assim você vai ficar curiosa e vai me escrever novamente.

Finalizo deixando super beijos e abraços meus e da minha família. Te amo muito. 

Sua afilhada: Camila Santos.”

0 comentários:

Postar um comentário