25 abril 2014

Parceria entre Fundação Telefônica e ChildFund Brasil retira 46% das crianças atendidas do trabalho infantil


Brasil tem meta internacional de erradicar o trabalho infantil até 2020

Fundação Telefônica Vivo e a ONG ChildFund Brasil atuam em parceria, desde 2012, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, na prevenção e combate ao trabalho infantil. A iniciativa mapeou as áreas de maiores riscos e hoje, com dois anos de trabalho, já apresenta resultados positivos para crianças e adolescentes, além de toda a comunidade envolvida.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2011, o Brasil tinha cerca de 3,7 milhões de crianças em situação de trabalho infantil, das quais 1,5 milhões estavam concentradas nos estados de Alagoas, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. Por isso, a região do seminário é foco de atuação da Fundação Telefônica Vivo e a parceria com o ChildFund Brasil, afiliada do ChildFund Internacional, é parte estratégica para destinar ainda mais esforços e investimentos para a região. O Brasil é um dos países comprometidos em eliminar as piores formas de trabalho infantil até 2015 e de erradicar a totalidade do trabalho infantil até 2020, conforme proposta da OIT (Organização Internacional do Trabalho).

Um mapeamento da região identificou que as principais atividades realizadas por meninas e meninos eram de trabalho doméstico (afazeres de casa como cozinhar, limpar a casa, cuidar de irmãos e irmãs); trabalho em serviços (trabalhando como babá ou para terceiros em comércio como oficinas mecânicas, salões de beleza, etc.); trabalho agrícola (capinar e cuidar de animais) e o trabalho artesanal. É uma região onde grande parte da população vive em meio rural, com agricultura de sobrevivência, apresentando baixos índices no IDH, contribuindo para um alto índice de trabalho infantil.

Dentre o universo de crianças e adolescentes identificados em situação de vulnerabilidade, 74% encontrava-se em situação de trabalho infantil ou trabalho adolescente desprotegido no início do projeto. Nesses dois anos de atuação, a parceria já retirou 46% dessas crianças e adolescentes atendidas da situação de trabalho infantil e trabalho adolescente desprotegido. “É o início da nossa jornada de erradicação do trabalho infantil. É importante ver o sucesso de nossas ações numa região tão representativa para o nosso país, mais ainda negligenciada. Mostra que estamos no caminho certo com nossas parcerias e esforços”, ressalta Patricia Santin, Gerente da área de Infância e Adolescência da Fundação Telefônica Vivo.
Melhor de mim
ChildFund Brasil e Fundação Telefônica atuam na região por meio do projeto Melhor de mim, atendendo municípios do Vale do Jequitinhonha, mais especificamente Veredinha, Minas Novas, Jequitinhonha e Comercinho. Para o atendimento direto e assertivo, a ONG apoia uma organização em cada município atendido (AMPLIAR, ADECAVE, CONACREJE e ARAIC).

O projeto Melhor de Mim utiliza a metodologia Aflatoun de educação social e financeira para crianças e adolescentes como forma de estimular a poupança de recursos, não apenas financeiros, também o planejamento de sonhos e de vida. Essa foi uma estratégia inovadora para o enfrentamento ao trabalho infantil no Brasil.

A partir da educação dessas crianças espera-se também que suas famílias sejam indiretamente influenciadas para mudanças de comportamento no que diz respeito à poupança, consumo, e entendimento sobre os impactos do trabalho infantil.
Com apoio da Fundação Telefônica Vivo, o ChildFund Brasil promove além de atividades socioeducativas, conscientização das famílias e a comunidade em geral, por meio de seminários e encontros municipais a fim de gerar um impacto permanente e contribuir para erradicação do trabalho infantil.

Sobre a Fundação Telefônica Vivo

Criada em 1999, a Fundação Telefônica incorporou os projetos do Instituto Vivo em 2011, em função da fusão entre a Vivo e a Telefônica. A Fundação Telefônica Vivo acredita que conectando pessoas e instituições é possível transformar o futuro, tornando-o mais generoso, inclusivo e justo. Utiliza tecnologias de forma inovadora para potencializar a aprendizagem e o conhecimento, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e social. Suas principais áreas de atuação são: Combate ao Trabalho Infantil, Educação e Aprendizagem, Inovação Social e Voluntariado. O Grupo Telefônica possui, ainda, fundações em 16 países.

Fonte: Fundação Telefônica Vivo e MVL Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário