16 outubro 2014

Em comemoração ao mês das crianças, jovens revelam sutilezas do seu dia a dia na exposição fotográfica no Shopping Cidade

O mês das crianças está sendo comemorado este ano em Belo Horizonte, no Shopping Cidade de forma cultural e envolvente. 

ChildFund Brasil, que há 48 anos atua no país com crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social abriu no dia 17 de outubro, a exposição “#Sem Filtro”, resultado da coleção do projeto Olhares em Foco.
Com entrada franca, a  mostra poderá ser vista até o dia 7 de novembro, no Mall central do piso Tupis do Shopping Cidade, no Centro de Belo Horizonte. 

A exposição “#SemFiltro” apresenta uma coletânea com cerca de 27 fotografias clicadas com o olhar de adolescentes e jovens com idade entre 12 e 18 anos, de sete áreas da região metropolitana de Belo Horizonte. São imagens com iluminação e cores naturais, sem edição, sem o uso de filtros artificiais. E mais que isso, em sua concepção retrata o olhar que registra o que é simples, mas extremamente valioso. Além disso, o mall central contará com decoração que levará o visitante a refletir sobre a realidade das comunidades e um quiosque de Apadrinhamento do ChildFund Brasil.

A proposta do projeto Olhares em Foco é promover uma reflexão referente aos espaços de convivência e relações sociais destes jovens sob três aspectos: autobiografia, família e comunidade. Além de adquirirem conhecimentos sobre técnicas e recursos fotográficos, os jovens têm a oportunidade de mostrar, por meio da exposição, a expressão das experiências individuais e coletivas, ou seja, a fotografia se torna um instrumento que possibilita que os participantes se representem, documentando suas opiniões e as ideias aos outros.

De acordo com a Gerente de Marketing do Shopping Cidade, Carolina Vaz, “é importante mostrar para todas as pessoas o olhar genuíno destas crianças. As fotos são envolventes e de uma beleza única. E poder apoiar o apadrinhamento, para que estas crianças ainda tenham mais oportunidades, é um honra para o nosso empreendimento”

Para a Assessora de Programas Sociais do ChildFund Brasil, Karla Corrêa,  poder expor o trabalho de adolescentes e jovens participantes de nossos projetos em um espaço cedido pelo Shopping Cidade é um privilégio. “O mall tem a localização ideal para o alcance de um público diversificado para conhecimento e visitação a exposição. Com isso, os participantes do projeto ocupam novos espaços e ampliam sua comunicação por meio da fotografia. O ChildFund Brasil reconhece adolescentes e jovens como sujeitos de direitos que têm seu potencial e podem atuar como atores principais em ações relativas ao bem comum em vários contextos. Assim, o “Olhares em Foco”, torna-se um forte aliado rumo ao protagonismo juvenil, à medida que dota os participantes de ferramentas visuais, competências sociais e  voz fotográfica. Tais ferramentas oportunizam o desenvolvimento pessoal e a projeção de suas vozes a fim de serem ouvidas. É esse o objetivo do projeto Olhares em Foco”, finaliza.

Se estiver na cidade, não perca a oportunidade de conferir!

www.childfundbrasil.org.br

09 outubro 2014

Projeto Melhor de Mim já colhe frutos

O ChildFund Brasil já colhe os frutos de uma incrível mudança na vida de centenas de crianças através das ações do projeto Melhor de Mim. Com cerca de 500 crianças participando, em 4 cidades da região do Vale do Jequitinhonha - MG (Comercinho, Minas Novas, Veredinha e Jequitinhonha), cerca de 88% já deixaram o trabalho desde o início do projeto.

Só temos motivos para festejar este real impacto na vida dessas crianças e suas famílias. Confira os números:

CRIANÇAS ATENDIDAS

Organização Social Parceira
Número de crianças atendidas
ADECAVE
100
AMPLIAR
150
ARAIC
100
CONACREJE
150
TOTAL
500


Retirada do Trabalho Infantil desde o início do Projeto
Dados retirados do Pentaho

Média: 88%

Organização Social Parceira
Média (%)
ADECAVE
95
AMPLIAR
91
ARAIC
74
CONACREJE
92



Sobre o projeto Melhor de Mim:
Parceiros desde 2012, ChildFund Brasil e Fundação Telefônica Vivo atuam em quatro cidades do Vale do Jequitinhonha (MG) na conscientização, prevenção e combate ao trabalho infantojuvenil. Por meio da assistência direta (oficinas no contraturno da escola, acompanhamento escolar, educação sociofinanceira e encaminhamento para outros serviços do município). As famílias também participam do projeto, em atividades que estimulam a geração de renda sustentável para adultos e a conscientização sobre a necessidade de manter as crianças na escola.

As metodologias escolhidas para a execução desse projeto foram:

Aflatoun - Metodologia que ensina as crianças a serem agentes de mudanças para o seu próprio desenvolvimento, através de atividades de educação financeira.
ECOAR – Metodologia utilizada com os pais, que discute temas ligados à criança, ao adolescente e ao trabalho infantil no âmbito da escola ou do trabalho com as famílias. Propõe para os adultos atividades que estimulem a geração de renda sustentável e a conscientização sobre a necessidade de manter as crianças na escola.
Gol.d - Consiste na associação informal de 10 a 20 pessoas de uma mesma região, na maioria mulheres empobrecidas, onde todos se ajudam e consequentemente melhoram suas condições de vida, afastando-se da linha da pobreza.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2011, o Brasil tinha cerca de 3,7 milhões de crianças em situação de trabalho infantil, das quais 1,5 milhão estavam concentradas nos estados de Alagoas, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.







07 outubro 2014

Campanha É da Nossa Conta em Comercinho (MG)

Deu inicio hoje a campanha É da Nossa Conta! 2014 na cidade de Comercinho (MG).  A Fundação Telefônica Vivo, junto ao ChildFund Brasil e toda a comunidade debateram as ações que serão realizadas no município no enfrentamento ao trabalho infantil e a promoção do trabalho adolescente protegido desta região.
216 pessoas estiveram presentes, entre elas a comunidade em geral, famílias de crianças atendidas pelo Promenino, crianças e jovens participantes dos projetos do ChildFund Brasil em Comercinho, escolas, conselho tutelar, prefeito, vereadores e membros da Fundação Telefônica Vivo.

Apresentação de teatro com crianças que participam do projeto Melhor de Mim e entrega de kits para representantes da Rede de Garantia de Direitos da Infância e da Adolescência marcaram o evento.

Houve também palestra com a psicóloga do CRAS, Karolina Tolentino, apresentando os prejuízos psicológicos que o trabalho infantil pode causar nas crianças, palestra sobre os danos que o trabalho infantil pode causar na saúde de crianças e adolescentes com a Dra. Priscila Chagas e apresentação da Dra. Ana Flávia Afonso Drumond Amorim, falando sobre os aspectos legais do trabalho infantil e o processo de retirada das crianças do trabalho.

O trabalho ainda não terminou, mais cidades no Vale do Jequitinhonha atendidas pelo ChildFund Brasil terão programação especial para abertura da campanha. Fique por dentro no site do Promenino:
http://www.promenino.org.br/servicos/agenda/e-da-nossa-conta-chega-ao-vale-do-jequitinhonha-mg

+ Crianças estudando 
- Crianças trabalhando
= É da Nossa Conta!




Raony Alves - 15 anos participante do projeto Melhor de Mim foi o mestre de cerimônias