06 maio 2015

18/05 – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Todos os dias devemos trabalhar no combate do abuso da exploração sexual de nossas crianças e adolescentes. Entretanto, o dia 18 de maio é uma data especial dedicada a este assunto, em que o ChildFund Brasil, outras organizações e toda a sociedade trabalham com o objetivo de sensibilizar, informar e convocar todos a agirem em prol da defesa dos direitos sexuais de nossos pequeninos.



 ABUSO SEXUAL vs. EXPLORAÇÃO SEXUAL

Abuso sexual: o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. As crianças, devido ao seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor.

Exploração sexual: quando se paga para ter sexo com pessoas de idade inferior a 18 anos.

Tanto o abuso quanto a exploração sexual são crimes de violência sexual.

O DISQUE 100

O Disque 100 ou Disque Direitos Humanos, é um serviço da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) que recebe denúncias de abuso e exploração contra crianças e adolescentes. Ele funciona diariamente 24h, inclusive nos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100.

DADOS

Segundo dados da SDH, desde o início do serviço, em maio de 2003, até agosto de 2011, o Disque 100 recebeu e encaminhou 195.932 denúncias de todo o país. Só em 2011, de janeiro a agosto, foram registradas 50.833 denúncias. Os dados do Disque 100 revelam que a maioria das vítimas de violência sexual são do sexo feminino, representando 78% das  denúncias registradas entre janeiro a fevereiro de 2011.

Em 2014, foram registradas mais de 24 mil denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no Brasil.


(Clique na imagem acima para ler mais a respeito da violência contra crianças/adolescentes e sua denúncia)

Entre conosco nessa causa. Ajude a proteger nossas crianças e adolescentes contra a violência sexual. A sua voz equivale a uma vida! #Disque100

0 comentários:

Postar um comentário