08 outubro 2015

Duas organizações parceiras ganharam o Prêmio Itaú-Unicef

O Prêmio Itaú-Unicef é realizado pela Fundação Itaú Social e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e tem como objetivo conhecer, estimular e dar visibilidade a projetos de organizações da sociedade civil em parceria com escolas públicas para a educação integral de crianças e adolescentes.

As organizações sociais parceiras do ChildFund Brasil, Projeto Caminhando Juntos (PROCAJ/Diamantina - MG) e Centro de Apoio a Criança (CEACRI/Fortaleza - CE)foram ganhadoras do Prêmio Regional Itaú-Unicef. Os anúncios aconteceram em Belo Horizonte (MG) e Recife (PE), respectivamente, de acordo com a região da organização. 



Cada projeto foi premiado com 25 mil reais e agora concorrerão na etapa nacional, podendo ganhar até 100 mil reais! Os recursos devem ser investidos no projeto ganhador e em ações de Educação Integral.

Projeto “Eu, você e a escola: Educação que transforma” (PROCAJ)

O projeto é desenvolvido pelo PROCAJ em parceria com a Escola Estadual João César de Oliveira no distrito de Inhaí – Diamantina. A iniciativa leva atividades culturais para os jovens fora do horário escolar, tratando de assuntos como arte, artesanato, vídeos educativos, sexualidade, drogas e muito mais.

De acordo com a coordenadora do PROCAJ, Joariza Souza Santos, ao longo dos 4 anos de execução da ação mais de 59 alunos do ensino médio entraram diretamente na faculdade. “O prêmio vem reafirmar e reconhecer a importância do conhecimento e do estimulo a discussões atuais relevantes para os jovens. O projeto promove o desenvolvimento social. Desde o seu nascimento, a evasão escolar na instituição de ensino diminui consideravelmente”, conta.


Projeto “Cantos e Recantos da Cidadania” (CEACRI)

Promovido pelo CEACRI em parceria com a Escola Municipal Recanto da Criança (Fortaleza – CE), o projeto leva oficinas diárias fora do horário escolar que trabalham com arte, artesanato, dança, brinquedoteca, ações de inclusão digital, conscientização de drogas, doenças e sexualidade.

Para o coordenador do CEACRI, Erivaldo de Souza Paiva, o prêmio é o reconhecimento do trabalho desenvolvido. “O projeto promove desenvolvimento social, desde o inicio de sua execução o índice de aprovação dos jovens na faculdade aumentou. Os alunos têm prazer em ir à escola, sinto que estamos no caminho certo”, conta.



0 comentários:

Postar um comentário