24 novembro 2015

ChildFund Brasil, em parceria com outras 4 ONGs, realiza eventos para debater sobre a Agenda 2030

Adolescentes se reúnem em Brasília para debater sobre os ODS

No dia 16 de outubro organizações, ChildFund Brasil, Abrinq, Aldeias Infantis, Plan Internacional e Visão Mundial, realizaram o Encontro de Adolescentes – Diálogos ODS. Nele, 25 jovens das 5 organizações se reuniram para debater temas importantes dos ODS, como a erradicação da fome, igualdade de classes sociais e empoderamento das mulheres.



Para finalizar o encontro, o grupo de jovens produziu um documento de posicionamento abordando a mortalidade materna e os riscos de gravidez na adolescência. Esta declaração foi entregue aos participantes do seminário Diálogos ODS: crianças e adolescentes na Agenda 2030, que aconteceu no dia seguinte.




Diálogos ODS: crianças e adolescentes da Agenda 2030


No dia 17 de outubro as mesmas organizações ChildFund Brasil, Abrinq, Aldeias Infantis SOS, Plan Internacional e Visão Mundial se reuniram em Brasília para discutir as questões dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que pautam a Agenda 2030 e são relacionadas às crianças e adolescentes.

“Como organizações nós temos uma história e muita credibilidade para influenciar a agenda brasileira e juntos daremos uma cara nova, com as nossas intervenções, à questões que envolvem jovens e adolescentes” – Gerson Pacheco, diretor do ChildFund Brasil.

O evento Diálogos ODS: Crianças e Adolescentes na Agenda 2030 contou ainda com a participação de representantes do governo federal e lideranças da sociedade civil que serão importantes na implementação de ações em prol dos temas debatidos. 


Os próximos passos em busca dos direitos das crianças e adolescentes já foram traçados: no seminário, foi elaborado um documento de recomendações que será apresentado ao Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) em dezembro. Além disso, a próxima edição do evento está prevista para março de 2016, ocasião em que será finalizado o documento a ser entregue ao governo brasileiro.





1 comentários:

Karin Bruck disse...

Bom dia, tem novidades sobre o documento de recomendações que seria apresentado ao Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) em dezembro?

Postar um comentário